Agora o blog tem um grupo no WhatsApp *u*
Para aqueles que quiserem entrar é só me mandar uma mensagem no WhatsApp
Número: 12 991360875
Salvo que quem fizer algum tipo de trote ou usar meu número para fins malignos irá ser denunciado.

domingo, 15 de março de 2015

Incesto Doentio - 2‏


No dia seguinte Luka teve dificuldade para se locomover, pois seu corpo estava dolorido por causa da noite passada. Já no banheiro, o mesmo liga o chuveiro e começa a se ensaboar, algo gosmento escorre em sua perna, ele passa a mão e percebe que é o gozo de seu irmão que havia ficado dentro dele.



Toc, Toc…

-tem gente! ( Ele fala enquanto lava sua bunda)

-Luka. Sou eu… Deixa eu entrar.

Luka vai até a porta quando está preste a tocar na maçaneta, recua.

-O que você quer? Não vê que estou tomando banho?

-Eu sei é por isso que quero entrar.

Luka abre um pouquinho a porta fazendo com que só o olho esquerdo aparecesse.

-Você é idiota? Como se eu fosse deixar você entrar.

Quando luka vai fechar a porta, Davi segura e empurra a porta com força fazendo com que luka caia no chão.

-Po...Po… Quer! Não feche a porta…

Luka tenta Segurar a porta, mas não adiantou, Davi joga-o no chão novamente e fecha a porta colocando a chave no alto do armarinho.  

-Deixa eu sair! ( Luka diz num tom bravo)

-Não! Preciso falar com você.

Luka se levanta e pega sua toalha que está pendurada no box, enrola em seu corpo tampando os mamilos e o pênis.

-Seja breve, Quero terminar meu banho.

Davi assentiu. O mesmo sentou-se na privada enquanto Luka continuou em pé.

-Luka, Queria falar sobre ontem… O que fizemos foi errado e imoral, foi bom confesso mas não vai torna a se repetir, somos irmão e ainda por cima homens… Seria nojento da nossa parte achar que aquilo foi normal… Por isso… Vamos esquecer o que aconteceu…

Antes de sair pela porta, Davi afagou os cabelos de luka e deu uma ultima olhada no irmão, que logo depois se debruçou e caiu em pranto, e fez com que Davi escutasse do corredor…  
Duas semanas se passaram, ambos se evitavam diariamente, mas isso só tornava a reconciliação mais difícil. Sentados á mesa com seus pais, o silêncio tomava conta do lugar até que um espirro quebrou o silêncio.

-Me desculpem, acho que estou resfriado. Atim…Atim... ( O Pai dos meninos espirrava sem parar)

-Meu Deus, Querido acho melhor ir se deitar, prepararei um chá para você.

A mãe dos meninos olha para eles e aponta para uma pilha de louça suja sobre a pia.

-Assim que vocês terminarem de jantar tirem a mesa, lavem e sequem a louça. Entenderam?

Ambos se olham e desviam o olhar.

-Sim! ( os dois falam juntos)

Após um jantar totalmente tenso, os mesmos agora estão na cozinha, enquanto Luka lava a louça, Davi seca e guarda… O silêncio tomava conta do lugar até… Luka se espetar em uma faca que lavava e seu dedo começa a escorrer sangue.

-Ai!

-Tome mais cuidado, Deixa eu ver.

Davi pega a mão de Luka, fazendo com que o mesmo se arrepie na hora.

-Vou fazer um curativo espere aqui.

Davi vai buscar o kit de PS, enquanto Luka com o coração totalmente acelerado espera por ele.

-Achei! Estava bem escondido…  O que foi?

Luka não consegue disfarçar  seu nervosismos e estava completamente corado. Luka se Vira de costa pois  Davi não parava de encara-lo.

-Não foi nada. Apenas me deixe.

-Não!

Luka surpreso com a resposta virasse, mais é surpreendido com um beijo.

-O...O.. ( luka tenta afasta-lo)

Sem poder terminar a palavra, luka mais uma vez é puxado para um beijo, Mas só que dessa vez mais intenso e difícil de resistir; Suas linguás se entrelaçando, os rosto corando, os remidos reprimidos e os corações acelerados tomavam conta do momento.
Davi Afasta Luka e olha nos olhos dele, vendo seu rosto sendo refletido e ficando embaçado pelas lágrimas…

-Luka... ( Davi o abraça. Com o corpo do Luka junto ao dele, pode escultar os batimentos acelerado do irmão e a respiração ofegante) Me Perdoa, me perdoa Luka. Por favor… ( Davi começa a chorar e abraça Luka mais forte)

-Davi! ( Luka se afasta) Você me magoou quando disse aquelas coisas no banheiro… ( Davi abaixa a cabeça, já esperando que o irmão não o perdoe) Mas...Mas… Eu Te Amo ( Davi levanta a cabeça com os olhos arregalados).

Sem hesitar Davi o abraça e o beija mais uma vez, as lágrimas salgadas escorriam junto ao beijo de amor. Davi coloca uma de suas mãos dentro da camiseta de Luka e começa a acariciar seus mamilos, e fez com que Luka soltasse um gemido tímido.

-Davi… Aqui não… Mã… ( Luka mal conseguia falar, pois Davi beijava seu pescoço e acariciava seus mamilos) Mã… Mãe, á Mãe… Pode aparecer… Davi… ( Luka dava leves tapas nas costas de Davi para conseguir se soltar, mas não funcionou)

Luka já sem força alguma se entrega aos braços do irmão…

-Meninos! Terminaram?

Ambos se assustam. Luka já com a calça baixa á levanta rapidamente, Davi já totalmente ereto coloca o kit de PS na frente para tampar a ereção.

-Meninos?

-Sim Mãe! ( Luka diz)

-Já terminaram?

-Estamos quase. Luka cortou o dedo e eu estava fazendo um curativo nele.

-Querido deixe-me ver isso… Ó meu baby está ferido, doeu muito querido?

Davi tentava disfarça a risada.

-Não. Não doeu mãe.

Depois de longos mimos que Luka recebeu de sua Mãe, foi para o seu quarto dormi…

Toc, Toc…

-Luka está acordado? ( Davi disse com a foz baixinha já adentrando o quarto do irmão)

-Da…

Sem conseguir terminar de falar, Davi o beija intensamente e quando se afasta a saliva de ambos forma uma ponte que os une.

-Repita!

Confuso Luka Limpa a saliva.

-Repetir o que?

-Aquilo que você me disse na cozinha.

-Aquilo o qu… ( Luka se lembra, e fica completamente corado) Ne… Ne.. Nem Pensar!

-Hã! Por que? Foi tão fofo, foi estava igual agora… Ficando desse jeito só pra mim… Então apenas diga.  Eu te amo.

Luka se surpreende com o que o irmão acabará de dizer…

-Eu Também Te Amo Davi.

Davi sorri, leva uma de suas mãos para o rosto do irmão acariciando suas bochechas… Ele o beija, descendo-o lentamente até sua cabeça tocar no travesseiro.

-Davi…

Luka coloca a mão no rosto do Davi e lhe beija.


-Ha… hum… ( Luka tentava conter seus gemidos)

Davi o penetrava cada vez mais forte...Até que ambos gozaram…
Abraçados. Os irmãos trocavam caricias e beijos...


The End



Nota Da Autora: Mina-San, como prometido outro capítulo para vocês curtirem… Então, espero que gostem desse capítulo tanto como gostaram do anterior.
  • Feita por Lyppa

7 comentários:

  1. Que fic maravilhosa, esse capitulo foi ainda melhor que o anterior.*-*

    ResponderExcluir
  2. Por favor, faz o próximo, continua, eu amei a história <3

    ResponderExcluir
  3. Pessoal já avisando, sinto dizer, mas o próximo será apenas um extra e acabou. Obrigada pelo comentário, me deixou realmente muito feliz

    ResponderExcluir
  4. eh muito dahora essa historia faz outra

    ResponderExcluir